Notícias e Artigos

Juntas Comerciais Passam a Permitir o Uso de Visual Law

alterações na IN nº 81 e incorpora grandes inovações na formalização de atos societários
por Becker Direito Empresarial
28 de Junho, 2021

No dia 10/06/2021 foi publicada a Instrução Normativa DREI nº 55, que traz alterações na IN nº 81 e incorpora grandes inovações na formalização de atos societários. A IN trouxe expressamente a possibilidade de se fazer uso de técnicas de Visual Law nos documentos societários que são levados a registro nas Juntas Comerciais.   "Art. 9°-A. Nos atos submetidos a registro poderão ser usados elementos gráficos, como imagens, fluxogramas e animações, dentre outros (técnicas de visual law), bem como timbres e marcas d'água." O Visual Law é uma derivação do Legal Design, que foi elaborado pela Faculdade de Direito de Stanford em 2013. Trata-se de “uma nova forma de argumentação jurídica que combina elementos visuais e textuais para contextualizar o caso em petições e simplificar contratos, tornando os documentos simples, interativos e fáceis de ler” (https://www.thomsonreuters.com.br/pt/juridico/blog/visual-law-o-que-e-e-como-o-advogado-do-futuro-pode-usar.html). Esta alteração vem alinhar a IN com as disposições da Medida Provisória nº 1040/2021, que têm por objetivo a desburocratização e a modernização a esfera empresarial brasileira. Com essa série de medidas, o governo busca atrair cada vez mais investimentos no país, assim como melhorar a posição da Brasil no Ranking Doing Business do Banco Mundial. Além da possibilidade de utilização de elementos de Visual Law (gráficos, imagens, fluxogramas) nos atos que serão submetidos a registros, também foram inseridas as seguintes previsões:

  • Possibilidade de utilizar o número de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) como o nome empresarial.
  • Desnecessidade de reconhecimento de firma e autenticação de cópia de documentos pelo cartório para os atos apresentados para arquivamento.
  • Incentiva a assinatura digital dos documentos pelos portais de assinatura, inclusiva pela Junta Comercial.
  • Incentiva a utilização de certificados digitais pelos empresários e epla Junta Comercial.
  • Exclui a proibição do arquivamento em razão de nomes empresariais

As atividades realizadas nos mais diversos segmentos estão em constante transformação, com a inserção de evoluções tecnológicas. É imprescindível que a atividade jurídica também esteja inserida nesta transformação digital, de modo que boas e novas oportunidades sejam exploradas, sempre com foco em otimização de rotinas, comunicação mais simples e ágil, incentivo à investimentos e maximização de resultados.

Compartilhar Postagem

Artigos Relacionados

25 de Novembro | Notícias
por Juliana Mailene Belz Moroz Ariello

5 dicas para sua empresa vender bem na Black Friday

5 dicas para sua empresa vender bem na Black Friday...
17 de Novembro | Notícias
por Rafael Reis

Política de privacidade: o que é e como elaborar?

Entenda o que é política de privacidade e como elaborar esse documento atendendo aos requisitos da LGPD e do Marco Civil da Internet....
28 de Outubro | Notícias
por Marcelo Flores

Expansão de empresas: o que levar em consideração antes de investir?

Saiba o que levar em consideração antes de investir em um plano de expansão de empresas, aumentando as chances de sucesso....

Fale Conosco

Entre em contato pelo telefone (41) 3252.1052 ou envie sua mensagem pelo formulário ao lado.

Apenas arquivos PDF, DOC ou DOCX