Notícias e Artigos

Contratos internacionais de transferência de dados e a LGPD

por Becker Direito Empresarial
15 de Abril, 2021

O artigo 5º da Lei Geral de Proteção de Dados define transferência internacional de dados como “transferência de dados pessoais para país estrangeiro ou organismo internacional do qual o país seja membro”, bem como possui um capítulo inteiro dedicado a trazer disposições sobre esse tema, dado a sua importância.

A LGPD traz ainda um rol taxativo de 9 (nove) hipóteses em que é permitida a transferência internacional de dados pessoais. Não obstante, destaca-se a primeira hipótese: é permitida a transferência internacional de dados “para países ou organismos internacionais que proporcionem grau de proteção de dados pessoais adequado ao previsto nesta Lei”.

Trata-se da possibilidade de transferir dados internacionalmente sem que seja necessário ao controlador oferecer e comprovar garantias de cumprimento dos princípios e direitos estabelecidos na LGPD. Ou seja, antes de sua empresa situada no Brasil assinar um contrato internacional, no qual possa ocorrer a transferência de dados pessoais, é recomendável confirmar se a legislação de proteção de dados do outro país oferece, no mínimo, o mesmo grau de proteção aos dados que a legislação brasileira. Do contrário, será necessário ao controlador estabelecer cláusulas contratuais específicas que regulem a proteção de dados no contexto da transferência, oferecendo as garantias e direitos previstos pela nossa legislação de proteção de dados, salvo se a transferência for baseada nos demais incisos do artigo 33 da Lei Geral de Proteção de Dados.

A LGPD já está em vigor, portanto, suas disposições já devem ser seguidas e, enquanto a Autoridade Nacional de Proteção de Dados não regulamenta este tema, uma ferramenta disponível online pode auxiliar na busca por mais informações sobre o grau de proteção de dados em diferentes países: o DLA Piper.

O site traz um apanhado acerca de todas as legislações de proteção de dados do mundo, permitindo que o usuário compare as legislações de dois países distintos. 

 

Apesar das informações contidas no site auxiliarem em uma pesquisa sobre o grau de proteção de dados em diferentes países do mundo, é recomendável o apoio jurídico especializado no assunto para que a melhor estratégia em governança de dados seja utilizada, reduzindo custos transacionais e riscos operacionais.

Compartilhar Postagem

Artigos Relacionados

25 de Novembro | LGPD
por Becker Direito Empresarial

LGPD: qual a diferença entre dados pessoais, dados pessoais sensíveis e anonimizados?

Entenda o que são dados pessoais, dados pessoais sensíveis e dados anonimizados de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)...
25 de Novembro | LGPD
por Becker Direito Empresarial

Entenda os tipos de consentimento na proteção de dados pessoais

A proteção de dados pessoais tem o consentimento como um de seus principais conceitos. Entenda os tipos de autorização que essa base legal permite e como se adequar à LGPD....
25 de Maio | LGPD
por Becker Direito Empresarial

LGPD e trabalho remoto: qual o papel da empresa e do funcionário?

Lei nº 13.709/2018, conhecida como Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)...

Fale Conosco

Entre em contato pelo telefone (41) 3252.1052 ou envie sua mensagem pelo formulário ao lado.

Apenas arquivos PDF, DOC ou DOCX