Notícias e Artigos

APESAR DE QUEDA NAS EXPORTAÇÕES, PIB DO AGRO SUBIU 2,7% NO PRIMEIRO SEMESTRE

por Becker Direito Empresarial
16 de Novembro, 2016

Levantamento da CNA aponta que o resultado foi puxado pela agricultura, que, nos sete primeiros meses do ano, cresceu 3,6%

Enquanto o mercado prevê retração de mais de 3% no Produto Interno Bruto (PIB) nacional em 2016, o PIB do agronegócio segue na direção oposta e, segundo um levantamento da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), apresentou crescimento de 2,71% de janeiro a julho deste ano, na comparação com o mesmo período de 2015. Em julho, a expansão do setor foi de 0,13%. O melhor desempenho veio de dentro da porteira, no segmento básico, que subiu 3,96%; já no de serviços, a alta foi de 2,75%; no de insumos, 2,4%; e na indústria, alta de 1,65%. Segundo o levantamento, o resultado foi puxado principalmente pela cadeia produtiva agrícola. Mesmo com a queda de 0,04% em julho, o balanço nos sete primeiros meses do ano foi positivo: crescimento de 3,6%. Todos os elos na agricultura registraram alta, com destaque para o setor primário (6,52%), em razão dos preços favoráveis e da expectativa de maior faturamento em culturas como soja, milho, cana-de-açúcar, café e trigo, por exemplo. Serviços, insumos e indústria tiveram variação de 3,61%, 2,64% e 0,07%, respectivamente. Já a pecuária variou 0,52% em julho e registra expansão de 0,76% no acumulado deste ano.

PIB maior, apesar das exportações

O crescimento do PIB agrícola contrasta com as exportações do agronegócio, que, no acumulado do ano, caíram 2,2%. De janeiro a outubro, o Brasil alcançou US$ 73,1 bilhões com as vendas externas, sendo que, no mesmo período do ano anterior, o resultado havia sido de US$ 74,73 bilhões. Ainda assim, a balança comercial fechou positiva, já que as importações também caíram: de US$ 11,18 bilhões em 2015, passaram a US$ 10,99 bilhões (-1,7%) em 2016, de acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O destaque ficou por conta do setor sucroalcooleiro, que cresceu 33,6%. O montante dos embarques do setor subiu de US$ 6,79 bilhões para US$ 9,08 bilhões, impulsionados especialmente pelo incremento das exportações para a Ásia, que passaram de US$ 2,31 bilhões para US$ 3,31 bilhões. Outros destaques positivos foram carne suína (+13,7%), cacau (+15,7%) e pescados (+12,0%).   Fonte: http://www.gazetadopovo.com.br/agronegocio/mercado/apesar-de-queda-nas-exportacoes-pib-do-agro-subiu-27-no-primeiro-semestre-8ytnmiutsus9txs12q0h3onh2
Compartilhar Postagem

Artigos Relacionados

25 de Novembro | Notícias
por Juliana Mailene Belz Moroz Ariello

5 dicas para sua empresa vender bem na Black Friday

5 dicas para sua empresa vender bem na Black Friday...
17 de Novembro | Notícias
por Rafael Reis

Política de privacidade: o que é e como elaborar?

Entenda o que é política de privacidade e como elaborar esse documento atendendo aos requisitos da LGPD e do Marco Civil da Internet....
28 de Outubro | Notícias
por Marcelo Flores

Expansão de empresas: o que levar em consideração antes de investir?

Saiba o que levar em consideração antes de investir em um plano de expansão de empresas, aumentando as chances de sucesso....

Fale Conosco

Entre em contato pelo telefone (41) 3252.1052 ou envie sua mensagem pelo formulário ao lado.

Apenas arquivos PDF, DOC ou DOCX