CADE SUGERE BARRAR ACORDO ENTRE TAM, BRITISH AIRWAYS E IBERIA

Órgão aponta que aliança poderia gerar problemas de concorrência nas rotas São Paulo-Londres e São Paulo-Madri

 

A superintendência do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou a rejeição de um acordo entre a TAM, do grupo Latam Airlines, a British Airways e a Iberia feito no início deste ano. As empresas haviam acertado o aprofundamento de seus laços.

A objeção foi recomendada em despacho publicado no Diário Oficial da União. Para a superintendência, o acordo “tem potencial de gerar problemas competitivos no mercado de transporte aéreo de passageiros entre o Brasil e a Europa, em especial nas rotas São Paulo-Londres e São Paulo-Madri”.

Segundo a superintendência, o acordo viabiliza cooperação intensa entre as empresas em arranjo de programação de voos, preços, gestão de receita, marketing e vendas. O órgão acrescentou que as companhias já detêm de 70% a 80% de participação no trecho entre São Paulo e Londres, enquanto na rota entre São Paulo e Madri as concentrações são de 50% a 60%.

“Seria improvável a entrada de novos agentes nessas rotas em curto e médio prazo, e a rivalidade remanescente nos trechos se mostrou insuficiente para dirimir as preocupações concorrenciais verificadas durante a análise da operação”, destacou o órgão, acrescentando que o prazo para a decisão final do Cade é de 240 dias, prorrogáveis por mais 90.

A Latam disse, em nota, que o parecer do Cade não é uma decisão final e que continuará colaborando com as autoridades competentes.

Fonte: http://www.gazetadopovo.com.br/economia/cade-sugere-barrar-acordo-entre-tam-british-airways-e-iberia-2a8dfizzl1kj8oi3ciljvhttr